domingo, 26 de abril de 2020

Temporada 2002

Em 2002, o Sergipe iniciava a temporada juntando os cacos do rebaixamento para a Série C do Campeonato Brasileiro no ano anterior. Elenílson Santos, ex-jogador e técnico na campanha do rebaixamento, acabou sendo demitido e o treinador José Angelo foi contratado para seu lugar. Jogadores como o goleiro Aloísio, os meias Jefferson, Télio, Junior Maranhão e o atacante Ailton permaneceram na equipe. A temporada não trás boas lembranças para o torcedor colorado, visto que nas quatro competições  disputadas, a equipe rubra não conseguiu boas campanhas. Na Copa do Brasil, o time empolgou, quando empatou com o Vasco no Batistão por 1 x 1 (gol do saudoso meia Nilson Sergipano, que infelizmente faleceu no dia 14/04), e vendeu caro a classificação em São Januário, quando perdeu por 2 x 1 de virada. Na Copa do Nordeste, fez uma péssima campanha ficando à frente apenas do arquirrival Confiança, que foi o lanterna da competição. No Campeonato Sergipano, decepcionou a torcida rubra e amargou a 6ª colocação e viu o arquirrival levantar o troféu.
Para fechar a temporada, na Série C o Sergipe caiu no grupo 6 junto com o Confiança, CSA e Corinthians-AL e acabou a competição na lanterna do grupo e na 53ª colocação geral. Os uniformes foram mais uma vez produzidos pela Onza, e traziam um desenho simples, mas charmoso com o conjunto titular com a camisa vermelha, com a gola em "V" com detalhes em branco e o nome "SERGIPE" gravado, calções brancos com detalhes vermelhos nas laterais e meiões vermelhos. Já o conjunto reserva era o inverso do titular, com a camisa branca e detalhes em vermelho, calções vermelhos com detalhes brancos e meiões brancos.


quinta-feira, 16 de abril de 2020

Temporadas 2003/2004

Hoje trago o uniforme usado nas temporadas 2003 e 2004. A temporada 2003 ficou marcada com a conquista do título sergipano, depois de 3 anos de jejum (visto que o campeonato de 2000, até hoje não houve decisão de quem foi o campeão). A fórmula do campeonato sergipano, mais uma vez era complicada de se entender. Para chegar ao título, o Sergipe (campeão do 2º turno da 1ª Fase)  jogou contra o Confiança (campeão do 1º turno da 1ª Fase) e venceu a final da 1ª fase pelo placar de 2 x 0 e garantiu a vaga na final, que seria jogada contra o campeão do Hexagonal Final, que envolvia os 6 melhores times da 1ª Fase. Mas não foi preciso jogar a Final, visto que o Mais Querido, foi o campeão do Hexagonal e conquistou o 31º Titulo Sergipano sem a necessidade de fazer o jogo final. Com o título o Sergipe se credenciou a disputar a Copa do Brasil e o Brasileiro da Série C em 2004, além da disputa do Campeonato Sergipano. 
Mas infelizmente 2004, que seria o primeiro ano do longo jejum e de tempos difíceis no João Hora, não começou muito bem e o Sergipe foi prematuramente eliminado da Copa do Brasil, com uma goleada do Americano-RJ por 4 x 1, em pleno Batistão. No Campeonato Sergipano, a equipe rubra não conseguiu vencer nenhum dos 2 turnos e foi para o Hexagonal com o objetivo de tentar tirar a vantagem do Confiança, que foi com pontos de bonificação, mas viu o arquirrival fazer o que o que o Sergipe fez no ano anterior, conquistar o Hexagonal e ser campeão sem a necessidade de jogar a Final. Na Série C do Brasileiro, a equipe rubra caiu no Grupo 9, junto com Confiança, Atletico-BA e Catuense. Conseguiu a classificação como 2º do grupo e jogou a 2ª Fase contra o Villa Nova-MG,  sendo que na partida de ida venceu por 2 x 1 e acabou eliminado na partida de volta, visto que perdeu pelo placar de 2 x 0. O uniforme usado em 2003 tinha o conjunto titular, com a camisa predominantemente vermelha, com detalhes brancos que desciam dos ombros até a barra da camisa, calções brancos e meiões vermelhos. O conjunto reserva era o inverso do titular, com a camisa predominantemente branco e detalhes vermelhos, calções vermelhos e meiões brancos.

OBS. Até a data dessa postagem, não consegui registros do uniforme usado no ano de 2004, fato que me faz acreditar que o uniforme de 2003 também foi usado em 2004. Se alguém tiver as imagens do uniforme de 2004, podem entrar em contato pelo nosso parfil no Instagram, @manto_colorado.


quarta-feira, 1 de abril de 2020

Temporada 2005

Continuando com as postagens, em plena quarentena, hoje é a vez do uniforme usado na temporada 2005. Em 2005, o Campeonato Sergipano foi disputado por pontos corridos e nas rodadas finais houve uma polarização entre o Sergipe e o Itabaiana, disputa que ocorreu até a última rodada. Na última rodada, o Sergipe teria que vencer o Guarany de Porto da Folha e torcer para o Itabaiana perder para o Lagartense. O Colorado fez o dever de casa e venceu o Guarany por 1 a 0, mas o Itabaiana goleou o Lagartense por 3 a 0 e faturou o título. Os uniformes dessa temporada foram produzidos mais uma vez pela Onza, que se baseou no template usado pela Topper, que estava no auge naquele período. O conjunto titular era vermelho, com detalhes brancos que desciam desde a gola até as axilas, calções brancos e meiões vermelhos. O conjunto reserva, tinha o desenho igual ao titular, mas predominantemente branco com os detalhes em vermelho, calções vermelhos e meiões brancos.


Temporada 1997

A Temporada 1997 seria a consagração para o Sergipe, que já tinha conquistado o inédito Hexacampeonato (recorde de títulos consecutivos em ...